sexta-feira, 12 de junho de 2009

Estar enamorado

Estar enamorado é franquear portas, emergir, desfazer placidez, destruir certas reminiscências. É ir tateando, ganhando ruas, produzindo metáforas. É legitimar pluralidades. Amar é encantar os rios que correm, retirar os véus que envolvem as emoções, é deixar as almas se entenderem. nada de gestos truncados, poentes enegrecidos, almas desterradas. O amor nos faz renascer.

Quando amamos descobrimos o além do sonho, soletramos estrelas, viramos a chave, somos muito mais que raízes. Somos páginas libertas, semente. Aguçamos asas, rabiscamos oceanos, temos luminosas perspectivas. Estar enamorado é viver, adejar pelo infinito. É fazer brilhar a lua no céu, retirar do seio aromas. É sentir tudo, exprimir harmonias.


Quem ama gosta de nascimentos, de pétalas, é nuvem leve, gosta de ousadias, pesquisa, espreita e esquadrinha o seu amor. Leva o seu coração para a praça e faz dele uma ata romana.

Estar enamorado é apreciar manhãs claras, flautas, sementeiras. É ter a intenção de procurá-las, de percebê-las. É pulsar e se apurar amor.

(Luciana Pessanha Pires)

2 comentários:

  1. Adorei isso:

    "Quem ama gosta de nascimentos, de pétalas, é nuvem leve, gosta de ousadias, pesquisa, espreita e esquadrinha o seu amor. Leva o seu coração para a praça e faz dele uma ata romana."

    Que belo texto, Luciana. Muito leve, gostoso de ler e, sobretudo, verdadeiro. Você descreveu muito bem. Estar enamorado é tudo isto mesmo (e mais um pouco! rs) e sou grata à vida por estar vivendo momentos assim.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Muito grata, Chris. Que bom viver um amor assim, querida! você merece.
    bjos

    ResponderExcluir

"A crônica é um gênero que apresenta dupla filiação, já que o tempo e o espaço curtos permitem o tratamento literário a temas jornalísticos. Tem do jornal a concisão e a pressa e da literatura, a magia e a poeticidade que recriam o cotidiano."

(Maria Lúcia da Cunha Victorio de Oliveira Andrade)
...
Grata pela visita! Você é convidado a interagir.
Abraço!

Para correio: discutindo_literatura@yahoo.com.br