sábado, 11 de julho de 2009

Creme e morangos





Abro a porta às vozes das saudades e, com púrpura ternura deixo-me estar entre elas nestes dias invernais....
Quão serenas são as noites que à releitura solitária de mim mesma faço.
Com ar de graça passo os dedos sobre o cabelo, assoviando a sonata Ronda Alla Turca e agradeço ter sobrevivido, também às tempestades de verão.
Espírito resiste metamorfoseando-se entre mosaicos de sensações; Lembranças sonoras, povoam e recriam espaço – tempo e, nova a mente entrega-se às asas da imaginação.
E o creme com morangos ? A eles acrescento alguns suspiros reservados à ocasião. Afinal, à maturidade lambuza –se com poções de fantasia , doces efêmeras, airadas mas ,com tons de eterna jovialidade como os sons de Mozart, as pinturas de Magritte e a filosofia de Nietzsche...

6 comentários:

  1. BRAVO, Virgínia linda! Que inspiração! lINDO!

    ResponderExcluir
  2. Luciana querida muito obrigada por generosa leitura , abraços e felicidades todas !

    ResponderExcluir
  3. Aplaudindo em chuva de estrelinhas Virgínia Amiga querida!
    Espetacular essa tua postagem poeta Iluminada!
    Belíssima imagem! Magnífica crônica !
    Junto a sonata de Mosart , Magritte, Nietzsche e Virgínia...pura Magia para minha alma!
    Suspirando te agradeço manamiga que tanto admiro!
    beijinhos em gorjeios de andorinhas da Li com muito carinho

    ResponderExcluir
  4. Queridíssima Virgínia,
    Que belo e sensível texto!
    Adorei...
    Mariah de olivieri

    ResponderExcluir
  5. amiga mestra de filos tão querida Mariah muito obrigada por tua leitura sensível e visita ao blog também, um privilégio

    abraço de saudade, carinho e admiração

    tua virgínia

    ResponderExcluir
  6. Eliana Poeta de amiga do bem viver , sempre atenciosa e carinhosa , teu estímulo é um reconfortante abraços tua virgínia

    ResponderExcluir

"A crônica é um gênero que apresenta dupla filiação, já que o tempo e o espaço curtos permitem o tratamento literário a temas jornalísticos. Tem do jornal a concisão e a pressa e da literatura, a magia e a poeticidade que recriam o cotidiano."

(Maria Lúcia da Cunha Victorio de Oliveira Andrade)
...
Grata pela visita! Você é convidado a interagir.
Abraço!

Para correio: discutindo_literatura@yahoo.com.br